terça-feira, 7 de maio de 2013

Sinopse - Torre Kavária





Aqui, posto à sinopse de minha obra Torre Kavária. Estou aberto a criticas. Ainda não encontrei o modelo ideal, mas é o que estou utilizando no clube dos autores e na mesa do editor.

" Não tenho mais forças para viver nessa escuridão esquálida. Não quero mais caminhar pelo frio e pelo medo.
O que resta é a morte.
O final da jornada de infortúnios. A entrada para o reino da glória.
Pai despeço-me, pois irei embora me encontrar com a lâmina curva e enterrar-me na terra fria. Que o sol ainda volte a brilhar no mundo do medo..."

                Será que morrer dói?
                A angústia e o temor tomou conta de Flik Lindsteper ao saber da tragédia que chacinou impiedosamente os residentes da Mansão Sulliver. Iniciando a última etapa de seu treinamento para enfim virar um cavaleiro, Flik se divide entre seus afazeres como seu treino com espadas, artes mágicas, poções e o mistério mordaz que abraçou aquela família tão tradicional.
                Com o auxilio de seus melhores amigos, o jovem mergulha nesse enigma e cada vez mais perguntas sem respostas vão surgindo. Será que o tal do espírito dos Sullivers realmente existe? Por que ele lançou essa maldição tão terrível sobre a mansão? Será que a torre envolta do pântano negro que existe nas proximidades está relacionada com o caso?
                Torre Kavária é o primeiro volume da série Gaia, lançado finalmente em 2013.

Venda do livro:

Tudo sobre Editoras de Impressão sob Demanda



Editoras de Impressão sob Demanda

            Já faz um tempo que editoras de Impressão sob Demanda começaram a brotar aos montes no mercado editorial. Visando uma massa de novatos almejando ter seus sonhos impressos nas prateleiras surgem oferecendo uma proposta distinta onde com certeza o escritor terá seu livro publicado. Pois é, algo muito bonito de se ver, mas lembre-se, sempre existem os dois lados da moeda.

Afinal o que diabos são Editoras de Impressão sob Demanda?

            São editoras que financiam a publicação do seu livro sem avaliações da qualidade ou outros filtros. É muito simples, você entra com a grana e eles entram com o serviço. Realizando etapas como diagramação, revisão, capa e talvez a venda em algum website.

Vantagens de uma Editora sob Demanda.

            Existem várias. A primeira é a mais obvia: o escritor tem seu sonho de ver seu livro publicado. Além disso, ele quem decide como será a capa, diagramação, entre outros. A editora também na maioria das vezes realiza a revisão do texto, acabamento, registro do ISBN, impressão e transporte.

Desvantagens de uma Editora sob Demanda.

            Infelizmente também existem várias. Grande parte das Editoras desse ramo tem seus lucros com o serviço prestado para o autor e não pela venda em si da obra. Em outras palavras, eles vão entregar uma montanha de livros para você e depois se vire para fazer as vendas. Além disso, muitas vezes o valor por esse serviço chega a ser exorbitante, pois é somado, revisão, impressão, diagramação, e muitos outros serviços e taxas. O escritor iniciante ainda sofre um grande preconceito por ter se auto publicado, visto que existem muitas obras de péssima qualidade no mercado por esse ramo.

Opinião Final

            Pessoalmente sou contra a publicação de Impressão por demanda. Não é um caminho viável para mim. Não condeno quem o utilize, cada um sabe o melhor caminho a seguir. Se você tem dinheiro sobrando e tempo para trabalhar forte na divulgação e acompanhar o processo, vá em frente e realize seu sonho.  Porém, já deixo um aviso, é preciso cautela para saber onde está se metendo. Não são poucas as histórias que já ouvi de editoras picaretas que abrolham tagarelando como seu livro venderá como água pelos quatro cantos do mundo afora, iludindo e ludibriando, tendo em vista apenas o maior lucro que vai ter do bolso de seu autor. E acredite, essa história é tudo o que você não quer para sua carreira literária.
            Por outro lado existem grandes nomes como André Vianco e Eduardo Spohr que vieram de publicações independentes e hoje são referências no assunto.
            Entrementes, caso você escolha essa opção, lembre-se de estudar bem a editora que está escolhendo, conversando com outros clientes dela e vendo se sua linha editorial é de qualidade. Já destaco duas editoras que parecem ser picaretas: LP-Books e a Dracaena.
            Para os leitores que já publicaram sob demanda e gostaram do resultado, por favor, compartilhem suas experiências, e para os que não publicaram e caíram aqui de paraquedas, sintam-se a vontade de opinar o que quiser ;-)

Mesa do editor - exponha sua obra para milhares de agentes e editoras do mundo inteiro



Outra ótima opção para quem quer seguir no seu sonho de ver sua linda obra nas prateleiras das livrarias de todo Brasil. A mesa do editor é uma ferramenta que disponibiliza sua obra para uma lista de agentes literários e editoras no mundo inteiro.

Funciona assim:

1.O escritor escreve seu livro.
2. Posta seu livro no site, preenchendo sinopse, currículo, carta de apresentação entre outras informações.
3. O escritor fica a vista de um portal que faz o intermédio entre autor, editores e agentes literários nacionais ou estrangeiros.

O site é muito claro e objetivo, com diversos vídeos e tutoriais explicando. Tendo duas formas de utilizar:

Gratuita: Pode postar sua obra a vontade, podendo editar, republicar quando bem entender, porém seu livro só vai poder ser encontrada por editoras e agentes no dia livre que ocorre uma vez por mês.

Paga: Custo de 100 reais anuais. Podendo receber um desconto na renovação caso indique outros escritores. Tem todos os benefícios além de que sua obra poderá ser vista sempre.



Clube dos Autores - publique seu livro gratuitamente.



Uma empresa que vem se tornando uma ótima opção para escritores de primeira viagem é o Clube dos Autores, com uma proposta diferente das editoras tradicionais, ou mesmo sob demanda. Considero-a uma das melhores alternativas para quem quer fazer dinheiro com seu livro. Eu mesmo publiquei minha obra  “Torre Kavária” lá. Por enquanto, apenas no formato ebook(momento merchan).

Mas o que faz o clube dos autores ser tão bom assim? Vamos aos detalhes:

Publique seu livro gratuitamente – Exatamente o que está escrito. Você não precisa pagar para publicar seu livro no site. Apenas se cadastra, diagrama sua obra como quiser, escolhe as formas como será feito a venda ( ebook ou impresso). E está pronto.

Sem contrato com o site – Ou seja, os direitos do seu livro continuam sendo exclusivamente e inteiramente seus. Você pode a qualquer momento e sem justificativa, retirar seu livro do site ou até mesmo colocar outros livros.

Você decide quanto vai ganhar – escolha o valor de seus direitos autorais, isso mais uma taxa de custo e lucro do site mais impostos e temos o valor final. Se você quiser 1 real ou 100 por livro, é de sua escolha, não que aconselhamos vender um livro por mais de 100 reais.

Contato direto com outros autores - pelas opções de filtro é possível selecionar a obra dos outros autores expostos a venda. Além de poder ler as primeiras páginas da maioria das obras, também existe a opção de mandar uma mensagem para entrar em contato com o autor. 

Aqui temos um vídeo explicando um pouco melhor o Clube dos Autores:  

                                                                                          

O site também disponibiliza uma série de cursos para construir uma audiência e se relacionar com outros autores na aba Universidade do Autor. 


Vida dura de um escritor - 3 opções para enfim ver seu livro publicado



Existe uma história no mercado editorial que costuma se repetir com a maioria dos novos aspirantes a escritores. Infelizmente, não é um conto de fadas, nem uma história de criancinha, é uma história cheia de tristeza, frustração e decepção.
Ela começa com o protagonista feliz, cheio de sonhos, que por algum motivo, decide que tem uma cabeça cheia de ideias e quer escrever um livro. 



Existe uma história no mercado editorial que costuma se repetir com a maioria dos novos aspirantes a escritores. Infelizmente, não é um conto de fadas, nem uma história de criancinha, é uma história cheia de tristeza, frustração e decepção.
Ela começa com o protagonista feliz cheio de sonhos, que por algum motivo, decide que tem uma cabeça cheia de ideias e quer escrever um livro.

Passa meses de chuva, sol, frio e meteoros, dissertando, refletindo e transportando sua narrativa mirabolante para o computador. Depois de muito tempo de esforço e dedicação finalmente acontece: sua obra está completa, linda, perfeita, pronta para embelezar as vitrines e prateleiras de varias livrarias em todo o mundo. Quem sabe seu livro não pode ser o mais novo best-seller nacional? Quem sabe não façam filmes e adaptações? Quem sabe ele não receba um lugar na calçada da fama e construam uma estátua em agradecimento as suas prestações de serviço na literatura? Está certo, isso pode ser um pouco exagerado, mas é certo que a maioria dos escritores antes de conhecer a selva que é o mercado literário sonha com essas coisas. Infelizmente, a realidade é outra. 

Acho desnecessário continuar a história, mas para os leitores desavisados, explico em poucas linhas o próximo capítulo. Ela continua com o escritor registrando sua obra para que ninguém possa copiar suas ideias maravilhosas e seguindo o caminho tradicional: enviar seu original para alguma editora aprová-la. Assim se inicia a parte dramática, passa dias, semanas, meses, e a espera pelo "SIM" cada vez maior. Vêm à frustração e a decepção a cada carta dizendo que "sua obra não se encaixa no perfil editorial", isso se receber a carta. Depois de tanto tempo e dinheiro gasto o projeto é engavetado.

Não importa o quão bom e vendável seja seu livro. O mercado literário não é fácil. Existe uma porção de gente selecionada e poucas editoras para suportar a demanda. Para se ter ideia, uma editora comum chega a receber mais de quarenta originais por dia, número grande o suficiente para despejar a maioria no setor de recicláveis. Então não adianta xingar, chorar, reclamar com o papa, fazer vodu com boneco de palha. Se quer que o sonho de ver seus livros nas prateleiras tem que suar a camisa e não desistir. 

Felizmente, hoje em dia existem outras formas de lutar por esse sonho, sem ter que gastar dinheiro e tempo esperando cartas de recusa. De olho nesse furo no mercado, muitas editoras diferenciadas e sites na internet vieram para, pelo menos, atenuar o problema. E é de alguns deles que eu falo abaixo:

2.      Clube dos autores.
3.      Mesa do Editor.

Independente do caminho trilhado, sempre haverá os prós e contras. O que é importante é ter a cabeça aberta, às vezes o caminho feito pelo Joãozinho não necessariamente é o melhor para você. Eu mesmo não curto muito a ideia das publicações de pequenas tiragens, mas gosto bastante do Clube de Autores e a Mesa do Editor. Sites em que está minha obra Torre Kavária.

Ainda tenho um longo caminho a trilhar, mas vou aqui narrando a minha experiência e se você também é escritor e curtiu pode me ajudar trocando conhecimento nos comentários abaixo.